Café Filosófico

cultura chinesa na vida contemporânea é tema do café filosófico cpfl em outubro

Confúcio

A China é atualmente a segunda maior potência econômica do Planeta. Após quase duas décadas de crescimento médio de 7% ao ano, os chineses se tornaram um dos principais atores do comércio global, investindo e induzindo a atividade econômica em países de diversos continentes, inclusive o Brasil, onde vivem atualmente cerca de 250 mil imigrantes e descendentes.

Se o desempenho chinês na economia é conhecido e noticiado, pouco se sabe sobre a cultura deste país com mais de 1,3 bilhão de habitantes. Afinal, como as pessoas pensam num país localizado do outro lado do mundo? Como elas tratam da vida e da sociedade?

No Café Filosófico CPFL de outubro, dois encontros ajudam a compreender os enigmas dessa civilização que se propagou milenar e ininterruptamente ao longo na História.

No primeiro debate, nesta sexta-feira, 20/10, às 19h, o professor da Beijing Jiaotong University e diretor do Instituto Confúcio da Unicamp Qinxiang Gao e o filósofo Antonio Florentino Neto conversam com o público sobre “O pensamento de Confúcio na vida atual”.

O objetivo do encontro é mostrar como Confúcio exerceu e exerce influência fundamental no desenvolvimento da sociedade e do pensamento chineses.

A cerimônia do chá: destaque no encontro do dia 27/10

A entrada é gratuita, com transmissão ao vivo e tradução simultânea no site http://www.institutocpfl.org.br/aovivo e nas páginas do Instituto CPFL no Facebook e no YouTube.

Já na próxima sexta-feira, 27/10, também às 19h, com presença de especialistas na cerimônia do chá, Qinxiang Gao fala sobre a história do chá e a filosofia de vida por trás do ritual.

Os encontros do Café Filosófico CPFL têm entrada gratuita, por ordem de chegada, a partir das 18h. O Instituto CPFL fica na rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632, Chácara Primavera, Campinas.