Confrontos religiosos e fundamentalismos – Leandro Karnal

compartilhe Share on FacebookTweet about this on Twitter

Publicado em:27/02/2009 às 20:28:34

A paz liberal que resultaria da globalização foi abalada por espetaculares atentados atribuídos ao fundamentalismo religioso. O mundo tecnológico do século XXI é abalado por movimentos em nome de Deus. O velho espírito de Cruzada e Guerra Santa, nunca apagado de fato, parece ser a marca de um novo tipo de conflito e uma nova estrutura de Guerra Fria que não mais opõe socialismo e capitalismo, mas os diversos credos e suas respectivas representações civilizacionais. Seriam, as expressões religiosas, conceitos porte-manteaux para encobrir outros conflitos? Quais os aspectos mais relevantes dos choques religiosos? Os choques do passado seriam muito distintos dos atuais? Quais são as possibilidades da convivência e do diálogo entre as religiões?

Leandro Karnal é doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (1994), atualmente é RDIDP da Universidade Estadual de Campinas. Suas áreas de interesse incluem os temas da Catequese, Representação e Conquista Espiritual.

9 Responses to Confrontos religiosos e fundamentalismos – Leandro Karnal

  1. Josiany 28 de maio de 2012 at 0:05 #

    Conforme Augusto Cury no livro “O futuro da humanidade”; existem dois tipos de Deus: O Deus que criou o homem e o Deus criado pelo homem. A religião aparece para o homem como uma compania de acesso confiável ao paraíso!!

  2. Vantuir 2 de julho de 2012 at 17:32 #

    “Se Deus não existisse, seria preciso inventá-lo” . Frase de Voltaire.

  3. NICHOLAS 2 de setembro de 2012 at 16:23 #

    “Se Deus (…) existe? HÁ, EU SEI! Me Fale? JÁ NÃO SEI MAIS” NICHOLAS

  4. Silvio Pinheiro 23 de setembro de 2012 at 21:40 #

    Temo que haja uma confusão entre religião…Deus..e Igreja….é preciso dissociar.

  5. Eduardo 1 de novembro de 2012 at 16:45 #

    Josiany, sugiro que você faça uma breve reflexão antes de usar os textos de Augusto Cury! Ele talvez seja um bom escritor, entretanto algumas coisas que ele coloca não tem fundamento bíblico real. Essa questão da “religião aparecer como uma compania de acesso confíavel ao paraíso”

  6. noemia 13 de agosto de 2013 at 22:24 #

    Ao homem KARNAL não é dado conhecer as coisas espirituais, pois elas se discernem espiritualmente.

    noemia