café filosófico | uma conversa com valter hugo mãe, com participação de paulo werneck (tv cultura)

compartilhe Share on FacebookTweet about this on Twitter

“Gosto muito de estudar a questão do erro nos romances. Até que ponto o erro é um direito nosso? Até que ponto o erro é o que precisamos para começar a pensar? O erro pode ser essencial para a nossa libertação, mesmo sabendo que vai doer. Não falo do erro ridículo de quem pede desculpas o tempo todo. Mas o erro essencial que faz com que a vida se mude para outra coisa e chegue mais perto do que sentimos e sonhamos ser”, disse o escritor Valter Hugo Mãe durante o Café Filosófico CPFL Especial Fronteiras do Pensamento do dia 02/09.

O bate-papo foi mediado pelo jornalista e editor Paulo Werneck.

Veja também a íntegra do encontro.

Comments are closed.