diretor júlio bressane apresenta filme beduíno dia 21/3

compartilhe Share on FacebookTweet about this on Twitter

#cinecpfl

cinema e reflexão

ciclo | gênero 

o cine cpfl volta com novidades em 2017. em parceria com a associação audiovisual, o projeto cinema e reflexão passará a exibir filmes gratuitos organizados em séries temáticas e com o intuito de discutir urgências contemporâneas, em uma grande sala de cinema com novos e modernos equipamentos. o tema da primeira série é gênero. a escolha acontece num momento de intenso debate e desinformação sobre a questão, que não se relaciona apenas a diferenças corporais entre homens e mulheres, mas também a ideias, valores e respeito às identidades na sociedade contemporânea.


21/03 | ter | 19h: sessão de abertura

pré-estreia, com presença do diretor júlio bressane
beduíno: de júlio bressane, brasil, 2016, 75 min, 12 anos

com alessandra negrini e fernando eiras. um casal procura pela coisa mais difícil, através de repetidas e variadas representações, em um cenário de luz onde se misturam esperança e desespero. selecionado pelos festivais de locarno e roterdã. confira o trailer:


23/03 | qui | 19h 

esteros: de papu curotto, “esteros”, argentina/ brasil/frança, 2016, 83 min, 16 anos

matías e jerónimo são dois grandes amigos que cresceram juntos em paso de los libres, uma região simples e folclórica na argentina, onde, na adolescência, viveram uma inesperada atração sexual. confira o trailer:


24/03 | sex | 19h: sessão de curtas-metragens

os sapatos de aristeu: de renê guerra, brasil, 2009, 17 min, 16 anos


ossinhos de frango: de juan manuel ribelli, argentina, 2015, 9 min, 14 anos

confira o trailer:


o olho e o zarolho: de juliana vicente e rené guerra, brasil, 2013, 17 min, 14 anos

confira o trailer:


arde kami garcía, méxico, 2015, 17 min, 14 anos

confira o trailer:


assunto de família: de caru alves de souza, brasil, 2011, 12 min, 16 anos

confira o trailer:


28/03 | ter | 19h

tangerina: de sean s. baker, “tangerine”, eua, 2016, 88 min, 16 anos
com kitana kiki rodriguez, mya taylor e james ransone.

assim que sai da prisão, a prostituta transexual sin-dee descobre através de sua melhor amiga que o namorado chester está saindo com outra pessoa, uma mulher cisgênero. vencedor do prêmio de melhor filme no festival de cork; prêmio stanley kubrick no festival traverse city; prêmio félix no festival do rio.

confira o trailer:


30/03 | qui | 19h

divinas divas: de leandra leal, brasil, 2016, 110 min, 14 anos

documentário sobre ícones da primeira geração de artistas travestis do brasil: rogéria, jane di castro, divina valéria, camille k, eloína dos leopardos, fujika de halliday, marquesa e brigitte de búzios. vencedor do prêmio do público e do prêmio félix no festival do rio; melhor direção e prêmio do público no festival aruanda.


31/03 | sex | 19h

olhe para mim de novo: de cláudia priscilla e kiko goifman, brasil, 2010, 79 min, 12 anos

o transexual sillvyo luccio sai em busca de uma solução para o desejo de que ele e sua esposa possam ter um filho legítimo dos dois. vencedor do prêmio especial do júri para a competição de documentários no festival do rio.


vestido de laerte: de cláudia priscilla e pedro marques, brasil, 2012, 13 min, 12 anos

laerte percorre um longo caminho pela cidade de são paulo em busca de um certificado. vencedor do prêmio de melhor curta de ficção e de melhor direção de arte no festival de brasília; prêmio aquisição porta curtas no goiânia mostra curtas.


04/04 | ter | 19h

Eu, Olga Hepnarová: de Petr Kazda e Tomás Weinrebolhe, República Tcheca, Polônia, Eslováquia, França, 2016, 105 min, 16 anos

Olga Hepnarova é uma jovem, crescida em uma família que nunca a aceitou pelo fato da moça ser homossexual. Atacada e pressionada por todos os lados pela sociedade. Vencedor do prêmio de melhor direção e de melhor atriz no Festival de Minski; selecionado para a sessão de abertura da mostra Panorama do Festival de Berlim; melhor direção no Festival de Sofia; prêmio da crítica jovem no Festival Tarkovski – “Zerkalo” (Rússia); melhor filme da competição New Europe – New Directors no Festival de Vilna (Lituânia); melhor atriz no Festival de Filmes de Arte de Košice (Eslováquia).

Confira o trailer:


06/04 | ter | 19h: Sessão Debate 

seguido de palestra com Laerte Coutinho (cartunista) e Cláudia Priscilla (cineasta)

Uma Nova Amiga: de de François Ozon, França, 2014, 108 min,  

Claire tinha Laura como sua melhor amiga. Parceiras desde a infância, as duas eram inseparáveis. Quando Laura fica doente e morre, Claire se aproxima de seu marido, David, e surpreende-se ao descobrir o segredo íntimo do viúvo. Vencedor do prêmio de melhor filme no Festival de San Sebastián.

Confira o trailer:


local: sala umuarama | entrada gratuita, com retirada de ingresso a partir das 18h (2 ingressos por pessoa)

Comments are closed.