Café Filosófico
05
Maio

gravação | a invenção do remédio, com alfredo simonetti

  • instituto cpfl
  • 19:00

gravação do café no instituto cpfl:
05/05 | sex| 19h
a invenção do remédio, com alfredo simonetti, psiquiatra e psicanalista

a psiquiatria que cuidava das doenças mentais passou a cuidar também da infelicidade cotidiana chamada mal estar contemporâneo. esta palestra discute quando foi que isto começou, quais os avanços tecnológicos e farmacológicos que permitiram esta ampliação de função, e quais os discursos e práticas sociais que o legitimaram. vamos debater também se a psiquiatria esta obtendo sucesso nesta tarefa ou se esta só piorando as coisas.

______________

encontro do múdulo pílulas e palavras. com curadoria de alfredo simonetti:

o que podem a psiquiatria, a psicanálise e as psicoterapias, com suas pílulas e palavras, fazer por quem vive se debatendo com os sintomas da modernidade? e o quanto responsabilizam-se por suas tecnologias químicas e verbais, e por seus efeitos psíquicos e sociais, os psiquiatras, os psicanalistas e os psicoterapeutas atuais? e aqueles que se colocam na posição de paciente, delegam aos clínicos a responsabilidade pela “cura “ de seus sintomas ou assumem a responsabilidade por sua infelicidade cotidiana?

e será que existe mesmo um “sofrimento novo” ou trata-se apenas da velha e conhecida angústia humana repaginada pelas palavras criativas dos nossos intelectuais? embora se possa mesmo fazer este questionamento parece inegável que há uma “vivência contemporânea” das velhas angústias humanas, e mais inegável ainda é a existências de “remédios contemporâneos” para estas vivencias . este módulo pretende tratar destas vivências e destes remédios, fornecendo alguns elementos para a discussão das questões propostas acima.