Cinema
26
jul

festival de cinema latino-americano | mostra de curtas-metragens

  • sala umuarama, instituto cpfl
  • 17:00

14º festival de cinema latino-americano de são paulo no instituto cpfl

pelo terceiro ano seguido, o instituto cpfl recebe, em sua sala de exibição, em campinas, os filmes do festival de cinema latino-americano de são paulo, que em 2019 chega à sua 14ª edição.

confira a programação:

26/07 | sex | mostra escolas 7 – 84′

17h | o último romântico, de natalia garcía agraz  | (méxico, 2018, 13min, livre)

héctor, o funcionário do mês em um estabelecimento de boliche, está apaixonado por magda, sua colega de trabalho. depois de saber que será o novo gerente do lugar, héctor se enche de coragem para convidá-la para sair, mesmo que isso o leve a cometer um ato inesperado e libertador

Resultado de imagem para o último romântico, de natalia garcía agraz

aurora, de enzo melgarejo, juan pablo labonia e tomas kogan | (argentina, 2018, 13min, livre)

aurora é uma jovem curiosa que, ao ver arruinados seus planos de fim de semana com clara, decide sair para conhecer aquilo que o ambiente urbano de buenos aires tem para oferecer.

Resultado de imagem para aurora, de enzo melgarejo, juan pablo labonia e tomas kogan

desprender, de záfiro ortega | (equador, 2018, 11 min)

elvira busca a liberação de sua filha, que cuidou dela durante sua velhice, mas a única forma de fazê-lo implica um grande sacrifício.

até o amanhecer chegar, de aarón acuña | (costa rica, 2018, 30 min)

uma mensagem do passado faz com que carmen desça de seu ônibus e acorra à cidade para cantar uma canção para um velho amor. com a ajuda reticente de sua irmã, ambas embarcam em uma busca de partes de seu passado que acreditavam ter deixado atrás.

Resultado de imagem para Hasta Llegar al Alba , de "aarón acuña"

os tempos de antes, de metzli paulina ibarra e karla lomax | (méxico, 2018, 12 min, livre)

tere é a primeira mulher fotógrafa de tequila. sua vida está cercada de lembranças, tanto próprias como de sua aldeia. no estúdio fotográfico que constrói com seu marido conserva um legado fotográfico de mais de 60 anos em centenas de caixas com fotos de todas as pessoas que passaram pelo estudio. seu trabalho é entregar essas memórias perdidas a quem pertence, o que lhe serve para suportar a ausência do marido, o grande amor de sua vida.

Resultado de imagem para os tempos de antes, de metzli paulina ibarra e karla lomax

roda viva roda brasil, de isabella ricchiero | (brasil, 2018, 5 min, livre)

o filme roda viva roda brasil atualiza para o cenário de 2018 a música roda viva composta por chico buarque durante a ditadura civil-militar, comparativamente expondo as limitações e fragilidade da democracia de hoje no país. hoje, a exceção encontrou dispositivos normativos na mídia e no congresso para formalmente retornar ao cenário brasileiro. a arte é um modo de enfrentamento. se chico foi resistência na tragédia da ditadura, ele pode ser apropriado hoje na contraposição de uma cópia tão kitsch quanto o fenômeno do jair bolsonaro.

19h | ganga zumba, de carlos diegues | (brasil, 1964, 110min)

no nordeste brasileiro, entre os séculos 16 e 17, alguns escravos de um engenho de cana-de-açúcar tramam uma fuga para o quilombo dos palmares, uma comunidade de negros fugidos da escravidão, na serra da barriga. entre eles, encontra-se o jovem ganga zumba (antônio pitanga), futuro líder daquela república revolucionária, a primeira de toda a américa.

Resultado de imagem para ganga zumba, de "carlos diegues"

 


acompanhe nossas redes sociais:

▪ facebook: instituto cpfl | café filosófico

▪ instagram: instituto cpfl

▪ youtube: café filosófico | institutocpfl

▪ twitter: instituto cpfl | café filosófico

▪ aplicativo instituto cpfl play: android | iOS