Agenda > do “choros” de villa às danças latinas de paquito d’rivera, com quinteto zephyros

do “choros” de villa às danças latinas de paquito d’rivera, com quinteto zephyros

21/04/2018 20:00

"toda forma de amor vale a pena": este é o sentimento que atravessa os três concertos no Instituto CPFL no primeiro semestre

21/04 | 20h
Do “choros” de Villa às danças latinas de Paquito D’Rivera
Quinteto Zephyros

Cláudia Nascimento – flauta
Arcádio Minczuk – oboé
Ovanir Buosi – clarinete
Luiz Garcia – trompa
Fábio Cury – fagote

Zephyros é o Deus do Vento na mitologia grega, que por amor transformou seu sopro destruidor numa brisa sofisticada e agradável anunciando a Primavera. Ele dá nome agora a um quinteto formado pelas primeiras estantes da Osesp e pelo fagotista Fábio Cury (que também já pertenceu à Osesp). A riqueza de sua sonoridade advém do encontro da trompa, instrumento da família dos metais, com quatro  diferentes instrumentos da família das madeiras: flauta, oboé, clarinete e fagote. Eles estão juntos há apenas dois anos. Lançaram seu primeiro CD há um mês.

Programa

Heitor Villa-Lobos (1881-1959):
“Quinteto em forma de Choros” (1928)

Samuel Barber (1910-1981):
“Summer Music” (1956)

Alexandre Lunsqui (1969):
“Telluris Canyon” (2017)

Paquito D’Rivera (1948): Suíte “Aires Tropicales”:
– Alborada
– Son
– Habanera
– Vals Venezolano
– Dizzyness
– Afro
– Contradanza

Toda forma de amor vale a pena

O amor por um instrumento; a paixão pela dança; e o delírio de cantar o amor em todas as suas formas. Este é o sentimento que atravessa os três concertos que ocupam o Auditório Umuarama, no Instituto CPFL em Campinas, no primeiro semestre.

Em abril, o quinteto Zephyros, formado por solistas da Osesp e da Sinfônica Municipal de São Paulo, mostra o “choros”, assim mesmo, no plural como Villa-Lobos escreveu, e também um delicioso caleidoscópio de danças da América Latina, de Cuba à Colômbia e à Venezuela assinado pelo clarinetista cubano Paquito D’Rivera.

Sala Umuarama, entrada gratuita por ordem de chegada, com retirada de ingressos a partir das 19h (limite de dois ingressos por pessoa). 139 lugares.