eduardo knapp/folhapress
Agenda > sem preguiça, sem limites

sem preguiça, sem limites

25/11/2017 20:00

diretamente do seu estúdio monteverdi, andré mehmari preparou um coquetel inclusivo, de tia amélia a bach, de tom a guinga

o pianista e compositor radicado em são paulo já apontou apontou a preguiça dos que insistem em separar os universos da música clássica e da música popular. “Eles preferem que esses mundos sejam estanques”, comenta Mehmari, cujas composições já foram interpretadas por algumas das principais orquestras e grupos de câmara do país. Como solista internacional, tem frequentado conceituados festivais de jazz e salas de concerto.

programa

  • parte 1
  • três estrelinhas - anacleto de medeiros (1866-1907)
  • bordões ao luar - tia amélia (1897-1983)
  • pássaros em festa - ernesto nazareth (1863-1934)
  • solace - scott joplin (1868-1917)
  • noturno - radamés gnattali (1906-1988)
  • loro - egberto gismonti (1947)
  • parte 2
  • improviso sobre estudos simples para violão - leo brouwer (1939)
  • parte 3
  • sarabandas - johann sebastian bach (1685-1750)
  • parte 4
  • prelude no. 2 - george gershwin (1898-1937)
  • sabiá/passarim - antônio carlos jobim (1927-1994)
  • parte 5
  • releituras da sonata k.466 - domenico scarlatti (1685-1757)
  • o espelho - andré mehmari (1977)
  • di menor - guinga (1950)
  • fon-fon/odeon - ernesto nazareth (1862-1934)
  • parte 6
  • chacona da partita no. 2 em ré menor bwv 1004 (transcrição para piano de andré mehmari) - johann sebastian bach (1685-1750)

intérprete

andré mehmari

andré mehmari é pianista, arranjador, compositor e multi-instrumentista. considerado pela crítica um dos mais importantes e promissores músicos brasileiros da atualidade, recebeu os principais prêmios nacionais e é autor de peças e arranjos para as formações orquestrais de maior renome do país.

mais Concertos