tatiana ferro
Concertos > o melhor da canção brasileira

o melhor da canção brasileira

com a mezzo ana lúcia benedetti e o pianista rafael andrade

O cancioneiro brasileiro é reconhecido como um dos maiores do mundo. Nesse universo, no entanto, ainda precisa ser redescoberto o trabalho de compositores que, de sólida formação erudita, absorveram a tradição da canção de arte romântica europeia e deram a ela uma nova roupagem, sugerida tanto pela influência da música popular como pelos textos de alguns dos nossos maiores poetas.

programa

  • canção de cristal - villa-lobos (1887-1959)
  • madrigal - lorenzo fernandez (1897-1948)
  • o doce nome de você - francisco mignone (1897-1986)
  • dentro da noite - lorenzo fernandez (1897-1948)
  • a casinha pequenina - radamés gnattali (1906-1988)
  • não posso esconder mais que te amo - camargo guarnieri (1907-1993)
  • toada - radamés gnattali (1906-1988)
  • canção ingênua - camargo guarnieri (1907-1993)
  • pelo amor - leopoldo miguez (1850-1902)
  • alma minha gentil - glauco velásquez (1884-1914)
  • melodia sentimental - villa-lobos (1887-1959)
  • trovas - alberto nepomuceno (1864-1920)
  • canção de amor - villa-lobos (1887-1959)
  • tu és o sol - alberto nepomuceno (1864-1920)
  • improviso - francisco mignone (1897-1986)

intérpretes

rafael andrade

ana lucia benedetti

mais Concertos

villa, bach e até beatles na viola caipira de neymar dias

neymar dias é um dos grandes instrumentistas da cena brasileira atual. tanto é excelente no contrabaixo quanto na viola caipira. em sua apresentação no instituto cpfl de cultura, em campinas, em setembro passado, ele interpretou suas transcrições de obras de bach e villa-lobos; e, acompanhado pelo contrabaixo de igor pimenta, revisitou algumas das mais belas canções dos beatles.