3 vídeos

do paradigma da dominação ao paradigma do cuidado

curadoria de carlos plastino.

organizada em torno das ideias centrais de conflito, conquista e dominação como característica fundamental das relações entre os homens e destes com a natureza, o paradigma da dominação apresenta inequívocos sinais de profunda crise. possuindo raízes profundas no falo/logo centrismo do patriarcado, essa concepção paradigmática sofre o severo impacto da crise do próprio patriarcado.

a crise do paradigma apresenta duas características fundamentais: por um lado torna evidente a cristalização de impasses insuperáveis na situação vigente, tornando imprescindível uma profunda transformação das ideias — do imaginário — que geraram a situação em crise; por outro, e na medida que dita transformação, e se configura como uma necessidade, abre uma oportunidade para a criação de um novo imaginário, isto é, uma outra maneira de conceber os homens, suas sociedades e suas formas de produção. neste contexto, é possível assinalar a emergência de elementos de um novo paradigma, o paradigma do cuidado, sustentado no reconhecimento da alteridade, reconhecimento que tem na empatia natural dos homens sua raiz mais profunda.

gravado em setembro de 2017.

serie (3): do paradigma da dominação ao paradigma do cuidado

  • íntegra | por uma economia centrada na vida, com marcos arruda

    Discute o tipo de economia que gerou o ser humano que prevalece atualmente e sua decadência. Analisa ainda os sinais que indicam no Brasil e mundo afora, sustentando que um outro ser humano e uma outra economia social solidária são possíveis e já estão acontecendo: práticas de consumo consciente, propriedade compartilhada dos bens e recursos produtivos, circuitos econômicos solidários, comércio justo, finanças solidárias, moedas complementares, partilha equitativa dos ganhos da produtividade, educação para a cooperação, ecovilas, cidades em transição, comunidades intencionais em processo de articulação complementar e solidária, construção de uma cidadania ativa planetária. Palestra do módulo: Do paradigma da dominação ao paradigma do cuidado, com curadoria de Carlos Plastino.
  • íntegra | é possível uma educação que busque a igualdade sem eliminar as diferenças? com bruno tovar

    Em nenhum outro período da nossa história tivemos uma proporção tão grande de crianças e jovens na escola. Nossa aposta na educação como resposta aos principais problemas da sociedade é de tal ordem que as crianças estão entrando cada vez mais cedo, tendo jornadas mais longas e ficando mais tempo na escola. Entretanto, estaria esta instituição escolar pronta para lidar com os paradigmas dos tempos atuais? A partir das demandas sociais para educação deste início de século, esta palestra pretende discutir sobre os desafios da escola e refletir sobre possíveis caminhos para uma nova educação.
  • íntegra | reflexões sobre uma concepção antropológica além do patriarcado, com carlos plastino

    com carlos plastino, psicanalista e cientista político uma discussão sobre a transformação da concepção antropológica na contemporaneidade, privilegiando a perspectiva da construção teórica elaborada pela psicanálise não ortodoxa, a partir de sua experiência com o processo de desenvolvimento emocional do ser humano e suas relações com as práticas relacionais vigentes.

sobre o cpfl play

aqui você encontrará toda a coleção de vídeos produzida em encontros do instituto cpfl desde 2003. são milhares de horas com os maiores pensadores brasileiros, artistas, convidados internacionais. todo o acesso é gratuito, e o acervo está organizado por temas, coleções, séries, palestrantes, para que você possa navegar pelo conhecimento contemporâneo da melhor maneira possível. bom proveito!