45 vídeos

especiais

serie (45): especiais

  • versão para tv | a democracia e a tirania da maioria, com luiz felipe pondé e eduardo wolf

    16/06 | dom | 22h a democracia e a tirania da maioria com luiz felipe pondé e eduardo wolf num momento em que o mundo fala em crise da democracia, os filósofos luiz felipe pondé e eduardo wolf debatem as imperfeições deste regime, levantadas por muitos pensadores ao longo do tempo. em 1788 por exemplo, a obra “o federalista”, pergunta como ficariam os interesses da minoria, num regime que prioriza a vontade da maioria. em 2015, umberto eco disse que “o drama da internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade”. antes disso, o escritor brasileiro nelson rodrigues já dizia que “a grande tragédia da democracia é que ela traz à tona a força numérica dos idiotas, que são maioria na humanidade”. em uma democracia todos devem ter o direito de se expressar, mas a tirania da maioria não seria um problema hoje? será que todas as opiniões deveriam ter o mesmo peso? ____________________________________ ▪ facebook instituto cpfl: http://bit.ly/2Ji7bCW café filosófico: http://bit.ly/2Q3y79M ▪ instagram instituto cpfl: http://bit.ly/30fhYD1 ▪ youtube café filosófico: http://bit.ly/2HpiBB9 ▪ twitter instituto cpfl: http://bit.ly/2HgVeuI café filosófico: http://bit.ly/2VV0m01 ▪ aplicativo instituto cpfl play android: http://bit.ly/2PZIxr6 iOS: https://apple.co/2JfwmWN
  • café filosófico especial com fhc | o que Weber tem a dizer sobre o mundo atual?

    22/05 | qua | 19h política como vocação: o que weber tem a dizer sobre o mundo atual? com fernando henrique cardoso, sociólogo local: auditório ibirapuera (são paulo, sp) há 100 anos, em 1919, foi publicado o texto de max weber “política como vocação”, reproduzindo a conferência proferida pelo economista e sociólogo na universidade de munique naquele mesmo ano. esta obra serviu de base para vários estudos na área de sociologia e ciência política ao longo dos anos. o quão atual continuam sendo os conceitos e ideias que weber desenvolveu neste trabalho? ____________________________________ acompanhe nossas redes sociais: ▪ facebook instituto cpfl: https://www.facebook.com/institutocpfl café filosófico: https://www.facebook.com/cafefilosoficocpfl ▪ instagram instituto cpfl: https://www.instagram.com/institutocpfl/ ▪ youtube café filosófico: https://www.youtube.com/cafefilosofico ▪ twitter instituto cpfl: https://twitter.com/institutocpfl café filosófico: https://twitter.com/cafe_filosofico ▪ aplicativo instituto cpfl play android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.cpflcultura.videos&hl=pt iOS: https://itunes.apple.com/br/app/instituto-cpfl/id1080152251?mt=8
  • versão para tv | café filosófico cpfl especial com flavio gikovate

    Esta edição é uma homenagem a Flavio Gikovate, percorrendo uma série de reflexões que ele fez, por mais de uma década, em palestras do café filosófico cpfl. Com sua linguagem simples, bem-humorada, mas também bastante crítica, Gikovate nos falava sobre como estamos lidando com nosso cotidiano e nossos relacionamentos, as dificuldades das relações amorosas, a separação entre amor e sexo, as diferenças entre as percepções da mulher e do homem. Sua prática em psicoterapia ampliou seu constante exercício na busca da compreensão de nossas escolhas, os rumos que tomamos e o mundo que construímos.
  • pílula | o pause na vida real

    Trecho da palestra Basta de cidadania obscena!, com Marcelo Tas e Mario Sergio Cortella, gravada no dia 30/*=5, no Teatro Castro Mendes, em Campinas. Assista à integra do encontro em: http://bit.ly/2qZ2Gzk
  • pílula | wi-fi no paraíso

    Trecho da palestra Basta de cidadania obscena!, com Marcelo Tas e Mario Sergio Cortella, gravada no dia 30/*=5, no Teatro Castro Mendes, em Campinas. Assista à integra do encontro em: http://bit.ly/2qZ2Gzk
  • versão para tv | o que importa é saber o que importa: era da curadoria, com mario sérgio cortella

    hoje em dia temos acesso a todo tipo de informação e com enorme rapidez; sem nos darmos tempo de entender se toda essa informação nos é útil ou não. e mais, corremos o risco de ficar perdidos em assuntos que não importam ou confiar em fontes não confiáveis. num momento em que todos podem ser leitores e autores, como selecionar no meio do caos aquilo que tem relevância e credibilidade? quantidade de informação não nos torna mais sábios nem aumenta nosso conhecimento. é preciso saber selecionar a informação que faz sentido para cada um de nós, pois o que importa é saber o que importa. por isso, a curadoria é fundamental, no seu papel de ajudar na construção de critérios de seleção. é o que nos mostra o filósofo mario sergio cortella.

sobre o cpfl play

aqui você encontrará toda a coleção de vídeos produzida em encontros do instituto cpfl desde 2003. são milhares de horas com os maiores pensadores brasileiros, artistas, convidados internacionais. todo o acesso é gratuito, e o acervo está organizado por temas, coleções, séries, palestrantes, para que você possa navegar pelo conhecimento contemporâneo da melhor maneira possível. bom proveito!