6 vídeos

o meu mundo caiu

com curadoria de renato janine ribeiro.

nosso país não foi tão devastado pela crise mundial, mas mesmo assim, para muitos, o mundo caiu. foram-se empregos, dinheiro, sonhos de prosperidade.

quais as consequências psicológicas desse desastre? como reagir a ele, como rever os sonhos, os projetos? porque há muita discussão sobre as saídas práticas da crise econômica. mas sua dimensão pessoal, seu alcance humano: como ficam? porque, com o fracasso do espírito aparentemente pragmático, abriu-se maior lugar para os sonhos, para os significados, para as mudanças de verdade. esta é uma chance rara, que temos, de construir novos significados para a vida.

gravado em outubro de 2009.

 

serie (6): o meu mundo caiu

  • versão para tv | eu que aprenda a levantar, com olgária matos

    Por que não conseguimos viver sem ilusões? É sempre ruim alimentar uma ilusão? E como levantar-se depois de ser derrubado por uma desilusão? O Café Filosófico convidou a filósofa Olgária Matos para discutir a função das ilusões em nossa vida. Neste programa, que faz parte da série “Meu mundo caiu”, Olgária nos mostra a importância de aprendermos a atravessar os momentos de desilusão. Não podemos evitar que nossos mundos caiam. Então, precisamos aprender a levantar.
  • versão para tv | o amor que se vai, com flávio gikovate

    No mundo contemporâneo, os relacionamentos são menos definitivos e as separações ficaram tão cotidianas… Mas ainda sempre muito doloridas. Diante da perda de algo ou alguém importante, impossível não sentir que “meu mundo caiu”. E já que estamos passando por uma epidemia de separações geradas pela crise mundial (perda de emprego, perda de bens, mudança de país, e separações amorosas propriamente ditas), talvez seja mesmo a hora de falarmos desse assunto indesejado. Diante dos efeitos catastróficos de uma separação, é preciso ter também um lado prático. Se meu mundo caiu, como vou reconstruí-lo?
  • versão para tv | ainda é tempo, com carlos nobre

    A destruição do que não existia – de valores apenas virtuais, sem base real – pode ser a oportunidade de mudarmos de rumo econômico e impedirmos a destruição do que realmente existe: a natureza, o mundo, o planeta. O Brasil se tornou uma potência agrícola, isso não é original. Mas ele tem a chance de ser a primeira potência ambiental do planeta – e de comandar uma mudança de civilização. Que papel podemos ter nisso, nós que aqui estamos? Palestra de Carlos Nobre no programa Café Filosófico CPFL gravada no dia 28 de outubro, em São Paulo.
  • íntegra | eu que aprenda a levitar, com josé miguel wisnik

    Cair é efeito da gravidade, daquilo que é pesado. E se, em resposta a um corpo que cai, tentarmos voar – levitar? Em outras palavras, aproximar-se das possibilidades indicadas pela arte, que tantas vezes contrapõe uma certa leveza profunda a tudo aquilo que é pesado e superficial. Palestra de José Miguel Wisnik no programa Café Filosófico CPFL gravada no dia 21 de outubro de 2009, em São Paulo. Evento do módulo O meu mundo caiu.
  • íntegra | adeus às ilusões?, com renato janine ribeiro

    Vamos falar de pelo menos três ilusões: uma foi a dos valores vazios, que a crise depreciou, ao preço de inúmeras falências; outra é a do amor-paixão, que nos faz atribuir todas as perfeições a uma pessoa que, obviamente, não pode ser tanta coisa assim; e a ilusão do poder, que nos engana sobre os outros: quem manda sente vaidade, quem o cerca o bajula. Ora, nosso mundo não consegue um entusiasmo que não seja eufórico. Mas um entusiasmo assim é ilusório. É possível viver sem ilusões? Penso que não é mais esta a questão, e sim outra: é necessário viver com menos ilusões. Com o doutor e professor em Ética e Filosofia Renato Janine Ribeiro. Gravado em São Paulo, 7 de outubro de 2009.
  • íntegra | o amor que se vai, com flavio gikovate

    A separação amorosa continua sendo uma das mais dolorosas que existe. Ela pode ter aumentado com a crise mundial, mas – independentemente disso – conhecê-la mais de perto ajuda a lidar melhor com as rupturas (conjugais, profissionais, mundiais) que estamos vivendo. Como aprendo a me levantar de uma traição, de um abandono, de uma separação? Com o médico Flávio Gikovate. Gravado em São Paulo, 30 de setembro de 2009.

sobre o cpfl play

aqui você encontrará toda a coleção de vídeos produzida em encontros do instituto cpfl desde 2003. são milhares de horas com os maiores pensadores brasileiros, artistas, convidados internacionais. todo o acesso é gratuito, e o acervo está organizado por temas, coleções, séries, palestrantes, para que você possa navegar pelo conhecimento contemporâneo da melhor maneira possível. bom proveito!