6 vídeos

relações familiares no mundo contemporâneo: a educação dos filhos

com curadoria de rosely sayão.

desde os anos 60 a família tem mudado bastante.

inicialmente, sua configuração multiplicou-se já que no lugar do clássico modelo homem e mulher que se casam, ficam juntos até que a morte os separe e têm filhos, começam a surgir outras formas de agrupamento familiar com o advento do divórcio, dos recasamentos e das uniões homossexuais. a função de cada um dos seus integrantes também tem se transformado. se antes o homem era o único ou o maior responsável pelo sustento familiar e a mulher pela organização doméstica e a educação dos filhos, hoje essas funções são mais compartilhadas, se bem que nem sempre de modo paritário.

essas e outras mudanças, aliadas a características sociais tais como o individualismo, a primazia do consumo, a busca da juventude permanente e da felicidade imediata têm transformado radicalmente as relações entre pais e filhos e, portanto, a educação dos mais novos e sua formação.

cada vez mais, a educação escolar – entendida como preparação para o futuro êxito profissional – ganha destaque exagerado e isso gera um fenômeno importante: o lugar de filho vai se esvaziando e as crianças passam a ocupar, quase que exclusivamente, o lugar de aluno. pais, professores e adultos se relacionam com as crianças tendo preferencialmente como elemento mediador a vida escolar delas.

o processo do ensinamento aos filhos da convivência com os outros, a transmissão da história, tradições, valores e costumes familiares, a construção das virtudes e da moral familiar, o ensinamento de princípios caros ao grupo, entre tantos outros atributos dos pais, perdem terreno. trata-se, segundo alguns estudiosos, do declínio da educação familiar. temos formado uma geração de anônimos, de órfãos de famílias vivas?

refletir a respeito de tais fenômenos e buscar novas maneiras de encarar antigas tradições familiares nesse momento de transição e crise é o desafio deste módulo.

gravado em abril de 2009.

serie (6): relações familiares no mundo contemporâneo: a educação dos filhos

  • versão para tv | a família no cinema, com sérgio rizzo

    desde a consolidação do modelo narrativo clássico, nas primeiras décadas do século 20, a ficção no cinema se ocupa de representações da família que funcionam como projeções sociais de valores desejáveis ou reprováveis, gerando padrões de comportamento a serem seguidos ou condenados. nas últimas duas ou três décadas, essas representações possibilitam compreender como a indústria do divertimento voltada para o consumo de massas procura se manter conectada às transformações no conceito de família vividas, sobretudo, pelas sociedades norte-americana e européia.
  • versão para tv | a familia no fogo cruzado da educação contemporânea, com julio groppa aquino

    as novas formas de organização familiar nos estratos urbanos médios (agora múltiplas, heterogêneas e voláteis) parecem não ter encontrado uma contrapartida factível no que se refere aos modos de se relacionar com os mais novos. assediada por um sem-número de palavras de ordem extravagantes, a família contemporânea encontrará, não raras vezes, uma espécie de colapso ético materializado, por um lado, num acúmulo de intenções impraticáveis e, por outro, na abdicação paulatina do gesto educativo cotidiano. com julio groppa aquino.
  • versão para tv | filhos… melhor não tê-los?, com rosely sayão

    Ter filhos é algo que assusta ou fascina os novos pais? A psicóloga Rosely Sayão parte de uma análise dos valores contemporâneos para falar sobre o modelo e o papel da família hoje. E amplia o tema, tirando-o de dentro das quatro paredes da casa para discuti-lo entre os muros da escola. Com Rosely Sayão. Palestra do módulo Relações familiares no mundo contemporâneo: a educação dos filhos, de Rosely Sayão. Palestra gravada no dia 9 de abril de 2010 em Campinas.
  • íntegra | a família no fogo cruzado da educação contemporânea, com julio groppa aquino

    A relação entre pais e filhos parece ter sofrido mudanças radicais nos últimos trinta anos. E para onde essas mudanças apontam? São essas as questões levantadas pelo polêmico psicólogo Julio Groppa Aquino, que questiona a maneira como pais estão lidando com seus filhos. Um questionamento que produz tantas faíscas quantas aquelas do fogo cruzado da educação. Com o psicólogo Julio Groppa Aquino. Gravado em Campinas, 16 de abril de 2010.

sobre o cpfl play

aqui você encontrará toda a coleção de vídeos produzida em encontros do instituto cpfl desde 2003. são milhares de horas com os maiores pensadores brasileiros, artistas, convidados internacionais. todo o acesso é gratuito, e o acervo está organizado por temas, coleções, séries, palestrantes, para que você possa navegar pelo conhecimento contemporâneo da melhor maneira possível. bom proveito!