cafe filosófico

madame bovary e as tiranias da intimidade, com margareth rago (versão tv cultura)

o romance, publicado em 1857, problematiza o incômodo da mulher burguesa em relação ao confinamento na esfera da vida privada e ao ideal de abnegação e total dedicação à vida familiar. desconfortável com a monotonia, emma bovary busca saídas na leitura e na experiência do adultério. o autor flaubert foi levado aos tribunais, acusado de ofender a moral, a religião e os bons costumes. sob grande controvérsia e polêmica, sua absolvição há mais de 100 anos, foi um momento triunfal para a história do livre pensamento.

mas se vivemos em uma época tão diferente da de emma… por que as questões do romance ainda nos tocam?